Renovando a mente

Alguns momentos decisivos em nossas vidas passam quase que despercebidos.

Quase.

Você sabe que algo mudou e não sabe muito bem explicar o quê. Ou como.
Mas entende que já não dá para ser a mesma pessoa. Querer um resultado diferente e repetir o processo que tem dado errado, bom, no significado mais literal possível da palavra: é burrice!

O ser humano vive em busca de algo que não encontra. É o vazio que precisa preencher com o trabalho, salário, moda, carro, amigos, baladas, status, desejo, inveja, indiferença, superioridade, intolerância, e ouso dizer, até mesmo likes de aceitação no instagram.

Como se algum objeto ou ainda outra pessoa com esse mesmo vazio pudessem nos fazer completos. Simplesmente não dá. Não encaixa, não preenche, não explica, não suporta, não entende.

Sabe, você está previsto para existir há muito tempo. Seu aniversário, seu nome, seus fios de cabelos, a cor dos seus olhos. Você não foi um erro, um bebê mal planejado, alguém que nunca vai ser alguém, predestinado para ser um fracasso.

Muito pelo contrário, você foi muito bem pensado e projetado para ser alguém, segundo o propósito de Deus!

Parece difícil acreditar?

Se olhe no espelho. A perfeição do seu corpo, suas marcas de expressão, o funcionamento do seu organismo, a inteligência do seu cérebro. Te parece real ter evoluído de um animal? 

Ok. Essas são minhas reflexões. Que tal o próprio Deus te responder como fez com Jó? Capítulo 38:

Onde você estava quando lancei os alicerces da terra? Responda-me, se é que você sabe tanto. 

Quem marcou os limites das suas dimensões? Talvez você saiba! E quem estendeu sobre ela a linha de medir?

Quem represou o mar pondo-lhe portas, quando ele irrompeu do ventre materno, quando o vesti de nuvens e em densas trevas o envolvi,  quando fixei os seus limites e lhe coloquei portas e barreiras, quando eu lhe disse: Até aqui você pode vir, além deste ponto não; aqui faço parar suas ondas orgulhosas?

Você já foi até as nascentes do mar, ou já passeou pelas obscuras profundezas do abismo?

As portas da morte lhe foram mostradas? Você viu as portas das densas trevas? 

Você faz ideia de quão imensas são as áreas da terra? Fale-me, se é que você sabe.

Como se vai ao lugar onde mora a luz? E onde está a residência das trevas? Poderá você conduzi-las ao lugar que lhes pertence? Conhece o caminho da habitação delas?

Talvez você conheça, pois você já tinha nascido! Você já viveu tantos anos!

Qual o caminho por onde se repartem os relâmpagos? Onde é que os ventos orientais são distribuídos sobre a terra?

Quem é que abre um canal para a chuva torrencial, e um caminho para a tempestade trovejante,  para fazer chover na terra em que não vive nenhum homem, no deserto onde não há ninguém, para matar a sede do deserto árido e nele fazer brotar vegetação?

Acaso a chuva tem pai? Quem é o pai das gotas de orvalho?

Pode fazer surgir no tempo certo as constelações ou fazer sair a Ursa com seus filhotes?

Você conhece as leis dos céus? Você pode determinar o domínio de Deus sobre a terra? 

É você que envia os relâmpagos, e eles lhe dizem: “Aqui estamos”?

Quem foi que deu sabedoria ao coração e entendimento à mente?

 

Bom, eu não tenho resposta para nenhuma destas indagações, e não há cientista no mundo que as tenha. É o poderoso Deus! Não há palavras para Ele.

A questão é que, quando você conhece Deus, não quer, não sabe e não pode viver mais longe Dele! É muito amor, muita graça e muita, mas muita misericórdia. Temos todos os dias a oportunidade de estar perto Dele, buscá-lo enquanto podemos encontrá-lo, pois um dia seguiremos o caminho o qual escolhemos todos os dias: a eternidade com Ele ou…bom,  digo, mal, sem Ele.

#contapratodomundo #Eleéoamor

Talvez eu dê ponto sem nó, mas Deus não!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s