Encorajando um amigo – I Believe

Alguns dias abro o e-mail dos devocionais diários do I Believe e parece que Deus falou com alguém do outro lado do mundo e fez essa pessoa escrever algo para mim.

Traduzido de I Believe, para ler o texto original clique aqui.
Autora: Christina Foz.

” ‘Como vai você?’ Perguntei.

Olhando para os olhos cansados dela, meu coração doeu pelo sofrimento que eu sabia que ela estava passando. Falamos sobre seus tratamentos, em como ela já tinha chego longe, e as realidade de viver com o câncer todos os dias.

Ainda que eu soubesse que ela estava sofrendo, era um sofrimento que eu não entendia muito bem. Como poderia? Nunca fui diagnosticada com câncer de mama. Nunca fui aberta em uma mesa de cirurgia ou tive veneno correndo por minhas veias semanalmente. Eu nunca passei por essa batalha em minha vida.

Como o sofrimento é uma experiência humana pela qual todos passamos, normalmente todos conhecemos alguém que está atualmente passando por uma situação difícil. Seja uma doença terminal, uma perda terrível, um coração partido, ou um sonho despedaçado, todos nós sabemos o que é suportar a dor de viver neste mundo manchado pelo pecado. O tipo e intensidade de nossas lutas variam, mas a dor emocional, as perguntas agoniantes, as batalhas contra a dúvida, são vividas por todos nós.

Como podemos ajudar um amigo que está sofrendo?

Às vezes sentimos que não podemos porque o que eles estão passando é algo que nós simplesmente não entendemos ou até mesmo algo que nos assusta tanto que nem buscamos entender. Outras vezes, queremos tanto tirar a dor deles que tentamos resolver algo. E também há vezes que temos boas intenções e queremos ser encorajadores, mas acabamos nos perdendo nas palavras. Falhamos em expressar o que queremos dizer e acabamos ecoando palavras vazias, que soam falsas e impiedosas.

Se você conhece um amigo que está sofrendo:

1. O silêncio frequentemente fala mais alto que palavras.

Quando Jó sofreu a perda terrível de sua família e fortuna, seus amigos se juntaram ao seu redor e não falaram nada por sete dias. O que uma pessoa que está sofrendo mais precisa é apenas a presença de alguém que a ama e se importa com ela. O silêncio traz mais conforto que qualquer conselho que possamos dar. Normalmente nos sentimos obrigados a preencher o vazio com palavras e é assim que erramos. Não diga nada. Se seu amigo quiser conversar, ouça. Olhe nos olhos dele e use seus olhos e sua linguagem corporal para mostrar a ele que você se importa.

2. Fale do amor do evangelho.

Quando chegar a hora de falar, fale palavras de amor do evangelho. Jesus é o maior exemplo de alguém que era perfeitamente justo e enfrentou o sofrimento injusto. O maior encorajamento e esperança que podemos dar a alguém é Jesus Cristo.

Ele é o Homem das Dores, bem familiarizado com o sofrimento. Ele conheceu a dor da rejeição. Ele conheceu  a tentação. Jesus veio para suportar as nossas dores, Ele veio para suportar nosso pecado e vergonha. Ele veio para encarar a tentação e conquistar o pecado e a morte. Este Jesus suportou mais mágoa e dor do que podemos imaginar. Ele não merecia, mas suportou por amor a nós. Pelo nosso bem Ele se tornou pecado por nós. Ele sofreu e morreu por nós. E agora Ele vive e reina, intercedendo por nós! Precisamos encorajar nossos amigos com estas verdades e lembrá-los de quem são em Cristo. Precisamos encorajá-los com as promessas e deDeus e direcioná-los para a esperança que têm em Jesus.

3. Ore.

Diga a seu amigo que você está orando por ele e realmente faça isso. Em nossa cultura cristã, oração algumas vezes é usada como um desejo ou ‘Espero que você se sinta melhor‘. Ou dizemos ‘Estou orando por você‘ da mesma forma educada que dizemos ao caixa do mercado, ‘Tenha um bom final de semana‘. Como cristãos, nós devemos saber o poder da oração. Nós devemos saber que ela liberta cativos, cura o cego, e ressuscita os mortos. É uma das formas que Deus usa para realizar Sua vontade. Quando um amigo estiver sofrendo, não devemos falhar em orar por ele. Diga a ele especificamente como você está orando por ele e então pergunte como mais você pode orar. Fale com ele regularmente para perguntar sobre o que está precisando em oração. Considere escrever uma oração e enviar a ele.

4. Não esqueça dele.

Isto é algo em que falhei muitas vezes. Quando um amigo está passando por algo difícil, estamos com eles nos primeiros momentos e os rodeamos com amor. Mas o tempo passa e temos que voltar à nossa vida normal, fazendo isto, esquecemos deles. Pensamos que eles seguiram em frente também, mas não. Isto é verdade especialmente com amigos que sofrem de doenças crônicas ou sofrem por uma perda. Um ano depois e a dor ainda está tão forte. Não esqueça dele! Continue dando amor e encorajamento, continue junto a longo prazo.

Se você tem um amigo que está sofrendo, não pense que por você não ter passado pela mesma situação que ele, que você não pode ser um bom amigo. Você pode! Sente. Ouça. Ore. E mostre a ele o amor de Jesus!”

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s